The King’s Singers – Blackbird / Down to the River to Pray

Depois de algum tempo sem novos posts, o Blog das Vozes volta em grande estilo, com o grupo britânico The King’s  Singers.

Fundado em 1968 por seis coralistas do King’s College, em Cambridge, The King Singers logo tornou-se uma força proeminente musical no Reino Unido, e logo depois no mundo. Desde o início eles se especializaram em “tudo”, desde a música medieval de obras-primas do Renascimento, de canções românticas de folk, pop ou jazz. Seu repertório abrange tudo,  sempre estão  à procura de encontrar novas vertentes musicais. No repertório de seus primeiros concertos, estiveram muitos compositores famosos, como: Krystof Penderecki, Luciano Berio, John McCabe, Peter Maxwell Davies, Ned Rorem e Gyorgy Ligeti. Hoje em dia o King’s Singers possuem um repertório de  mais de 150 peças.

O grupo já se apresentou em lugares igualmente diversificados, como: catedrais e palácios, e em muitos dos maiores auditórios do mundo, com algumas das melhores orquestras e também acompanhou alguns dos melhores solistas do planeta, como por exemplo Kiri Te Kanawa e Bruce Johnston, este que foi integrante dos Beach Boys. Estas colaborações têm frequentemente resultado em gravações que foram adicionados a discografia do grupo, que consiste de mais de 80 álbuns.

Vamos conhecer a genialidade e a versatilidade do King’s Singer em dois videos que fazem parte de um DVD lançado pelo grupo, que estão disponíveis na internet, intitulado From The Byrd to Beatles, . O primeiro video é um clássico dos Beatles:  Blackbird (Lennon/Mccartney), que aqui é executado a cappella em uma afinação impressionante, veja:

O segundo video dos King’s é a sua versão para o clássico da música gospel: Down to the River to Pray, de autor desconhecido, porém sabe-se que a sua origem vêm de um hinário de nativos americanos ou de escravos que trabalhavam nos campos no século 19. O andamento é um pouco mais rápido que em outras performances, mas a riqueza de detalhes no arranjo é simplesmente impressionante.